Blog com resenhas, sessões de jogos, novidades e dicas sobre Jogos de Tabuleiro!

Contato: clubetabuleirocps@gmail.com

Páginas

quinta-feira, 30 de abril de 2015

Ricochet Robots - Versão Caseira !

Todas nossas Versões Caseiras, são feitas artesanalmente e para uso pessoal somente, sendo proibida qualquer tipo de venda. 


Caixa do Jogo original !


Vamos aqui, passar algumas informações de como fazer o Jogo Ricochet Robots, utilizando Materiais alternativos. O resultado, embora seja longe de um Jogo em Caixa, com peças plásticas e Tabuleiro com uma arte legal, é exatamente o mesmo. E isso serve também para a diversão !

Custo para fazer este Jogo: Apenas o custo para comprar uma Caneta permanente

Decidimos fazer um Jogo tamanho grande e o resultado ficou bem interessante.

Você vai precisar de:

Robos !

Marcadores (Utilizamos peças iguais para os Objetivos)


- 1 Banner qualquer já utilizado... Iremos utilizar o Verso deste Banner para fazer o Tabuleiro. Verifiquem qual a situação do Verso do banner. Normalmente os banners feitos em Lona são mais indicados.

- 17 Tampinhas para servirem como marcadores (No Jogo Original, estes marcadores estão desenhados diretamente no Tabuleiro)

- 17 Tampinhas para servirem como Objetivos (Em nossa Versão, utilizamos Tampinhas iguais aos marcadores)

- 5 Tampinhas em tamanho grande. Estas tampinhas representarão os Robos do Jogo. Utilizamos 1 Verde, 1 Vermelho, 1 Preto e 1 Amarelo. Para o Robo prateado, utilizamos uma Tampinha Branca.

- Tesoura, Régua, Caneta Permanente

- Paciência !!!

O que mudou em nosso jogo:

Os marcadores do Jogo original que estão desenhados no Tabuleiro, em nossa Versão Caseira são colocados aleatoriamente, sendo que 1 cor de cada marcador deverá ficar em um "quadrante".

Fizemos o Tabuleiro completo (4 quadrantes unidos!) e a aleatoriedade se dá na colocação dos marcadores no início do jogo e não na escolha do lado de cada quadrante feito no Jogo original.

Já o objetivo que será colocado no centro do Tabuleiro, fizemos de Tampinhas também e colocamos dentro de um Saquinho de papel.

Quanto a Ampulheta, não fizemos pois já tinhamos algumas feitas com Garrafas de Água.


Neste vídeo, existe uma boa explicação de como fazer uma Ampulheta de Areia:





Como fazer:

Tabuleiro:

Material utilizado para confeccionar o Jogo !"


Certifique-se de colocar o banner em uma superfície plana e faça todas as marcações. Em nossa Versão, fizemos casas de 5x5cm e o Tabuleiro total ficou com 16x16 casas.

Rascunho do Tabuleiro !

Início do desenho do Tabuleiro)

Riscando !

Reforçando os riscos com Caneta Permanente !

Tabuleiro 16x16 casas pronto !

Desenhando os obstáculos !

Tabuleiro final desenhado !



Riscamos com uma caneta todas as casas e depois passamos a Caneta Permanente por cima. Muito cuidado ao fazer isso, pois dependendo da qualidade da Caneta Permanente, os riscos poderão ficar bem irregulares em espessura. 

Tampinhas de marcadores:

Marcadores (Substituem os desenhos do Tabuleiro Original)

Marcadores !



Como utilizamos Tampinhas pequenas, medimos a largura do rebaido e escolhemos as cores Verde, Vermelha, Preta e Amarela. Feito isso, desenhamos (Com Caneta preta comum) Circulos vazados, Circulos Cheios, Quadrados Vazados e Quadrados Cheios. Com isso, diferenciamos os 4 tipos diferentes de cada Cor. Para o "Vortex", utilizamos uma Cor diferente.

Robos:
Robos !


Para os Robos, escolhemos Tampinhas de produtos de limpeza. Indicamos estas Tampas, pois elas possum grande quantidade de formas e cores.

Cuidados:

Certifiquem-se que o tamanho das Casas do Tabuleiro, sejam de tamanho suficiente para que caibam com certa folga os Robos. Uma dica é pegar a maior delas e fazer as casas do Tabuleiro em função dela.

Resultado final:

Posicionamento aleatório dos Marcadores no Tabuleiro !

Detalhe dos Marcadores !

Detalhe dos Marcadores !

Jogo completo !


Nossa Versão Caseira ficou prática. Para quem quiser fazer o Jogo, esqueçam a qualidade que tanto discutimos por aqui.

Dependendo do material escolhido, é possível fazer uma Versão Caseira muito bonita e com boa qualidade, mas nossa idéia não é essa. 

Pretendemos com estas dicas, fazer com que pessoas ou grupos, tenham a possibilidade de ter um Jogo muito bem avaliado e com um custo praticamente zero. 

É igual a um Jogo original ? É claro que não ! Mas os resultados tem sido muito satisfatórios e com muito boa aceitação por parte daqueles que jogaram.

Esperamos que gostem da idéia !




Jogo Mahjong !

Hoje estamos colocando uma referência sobre um Blog muito interessante sobre o Jogo Mahjong. 






Como por aqui temos muito pouca informação sobre o Jogo,  achamos interessante divulgar este Blog que informa sobre o Mahjong. No nosso já conhecido Bgg (BoarGameGeek) temos 3 páginas referentes ao Jogo:




Este último "Mahjong-solitaire" é o que comumente encontramos por aí em Jogos de Computador.

O jogo, propriamente dito, refere-se aos 2 primeiros Links e é sobre estes Jogos que estamos querendo dar conhecimento



No Blog acima, poderão encontrar informações sobre o Jogo, bem como estratégias de defesa, ataque, etc.

Infelizmente, por aqui não temos muitos jogadores que geralmente levam Mahjong à mesa, talvez pela dificuldade de encontrar este Jogo por terras tupiniquins.

Na Ecobrinquedoteca do Parque - Campinas SP, temos o jogo e já viu mesa várias vezes.

Podemos dizer que o jogo teve muito boa aceitação e mesmo "batendo cabeça" ainda, nota-se que se trata de um Jogo com enorme potencial.

Para os interessados, vale conhecer o Jogo, sua história e descobrir todas suas possibilidades !

Segue algumas imagens retiradas do referido Blog













quarta-feira, 29 de abril de 2015

Jogos e mais Jogos - Materiais reciclados !

Missão Lunar !
Hoje à tarde a Ecobrinquedoteca do Parque, localizada em Campinas SP recebeu um Grupo de Escola para uma tarde de Vivências. Mais uma tarde para novos aprendizados e conhecer novos jogos.

Desta vez, o pessoal da Ecobrinquedoteca do Parque colocou à mesa vários Jogos com características bem distintas.

Estes jogos foram feitos com vários materiais, o que mostra que não é necessário gastar muito para se ter algo realmente bom.

Aproveitamos e pegamos material para fazer uma Versão do Jogo Ricochet Robot's e em breve teremos imagens dele por aqui. Também poderão ver imagens do Jogo Can't Stop, que tem agradado muito aqueles que conhecem e jogam. Nossa Versão do Can't Stop foi feito com verso de Banner (Lona) e Tampinhas de Refrigerante. Já alguns Dados foram feitos com "Rolinho" de Papel Higiênico. Muita diversão e aprendizado !


Fecha a Caixa !

Missão Lunar !

Material para fazer Ricochet Robot's !

Pique-nique !

Semáforo !

Corrida de centopéia !

Corrida de centopéia !

Alfabeto !

Cara a cara !

Can't Stop !

Visão Geral !

terça-feira, 28 de abril de 2015

Ladybug Lunch !




Hoje vou falar um pouquinho de um Jogo super legal e que vocês podem fazer para seus alunos, filhos, amigos e tais.

Trata-se do Jogo: Ladybug 

https://boardgamegeek.com/boardgame/68202/ladybug-lunch

https://boardgamegeek.com/boardgameexpansion/174102/ladybug-lunch-ant-antics




Este jogo possui arquivos disponíveis gratuitamente e basta entrar na página do Jogo no Bgg e baixá-los. Para quem não tiver paciência, fiz um pacote com arquivos do Jogo básico e Expansão, Imagens e Regras e podem ser baixados aqui:

http://www.4shared.com/folder/csbbQz4_/Ladybug.html

Ladybug Lunch é um jogo simples, colorido, infantil e com um Tema bem legal, que atrai muito as crianças, por se tratar de 1 Flor, Joaninha e Pulgões.




Como todos sabem, Joaninhas adoram comer Pulgões presentes nas plantas e neste Jogo, os Pulgões estão nas Folhas da Flor.

O Jogo termina quando algum Jogador elimina todos os Pulgões de sua Flor, mas neste meio tempo, existem algumas Cartas que definitivamente complicam a vida dos Jogadores.

É um tal de tira Pulgão da Folha, coloca Pulgão na Folha, compra Cartas fechadas, Compra Cartas abertas e por ai vai.




Ladybug Lunch segue uma linha bem interessante, pois coloca um Tema muito interessante para crianças, possuem Cartas muito coloridas e com desenhos extremamente simples (Bem infantil, por sinal!).

As regras são simples e mesmo com as Cartas de Ações complicando um pouco o Jogo, é possível jogar com crianças pequenas numa boa.




Para aqueles que gostam de Jogos rápidos e com enorme chance de ser aceito por crianças, recomendo este Jogo. Infelizmente os textos das Cartas de Ações estão em Inglês, mas estamos providenciando uma tradução e brevemente estaremos disponibilizando os arquivos em Português.



Nossas empresas nacionais (Copag, Galápagos, Grow, etc) bem que poderiam trazer este jogo pra cá, já que possui um potencial muito grande de aceitação.

Recomendo !!!









sexta-feira, 24 de abril de 2015

Die Die DIE !

Arte final do Jogo !

Hoje famos falar um pouquinho sobre o Jogo Die Die, DIE !, criado por Carlos Couto e Romulo Marques. 

Este Jogo ainda está em Projeto e testamos o protótipo gentimente cedido pelo Carlos. Se tudo der certo, os criadores devem colocar ou em Financiamento Coletivo ou mesmo Pré venda, mais isso ainda está sendo decidido por eles e teremos informações brevemente.

Trata-se de um jogo para até 5 Jogadores, utilizando como Mecânica básica a rolagem de Dados (Peteleco!) e posicionamento destes Dados no Tabuleiro.

Não vamos aqui explicar Regras, pois não é este o objetivo da postagem, mas tentar passar para quem está lendo, nosso Ponto de vista à respeito do Jogo.

Criar um jogo não é uma tarefa fácil e quem já fez isso sabe dos problemas que vão aparecendo aos montes durante o Projeto.



Die Die, DIE ! é um Projeto simples. Você possui um tabuleiro dividido em várias Regiões e em volta, existe uma "parede" que delimita o espaço onde os Dados serão rolados. Desta forma, ao dar um "peteleco" no Dado, evita-se que ele, por exemplo, saia da mesa.

O Tabuleiro tem forma Pentagonal e em cada Vértice deste Pentágono, existe uma pequena plataforma onde os jogadores irão posicionar os Dados a fim de que eles atinjam Dados dos adversários no Tabuleiro ou mesmo sejam posicionados em determinadas Regiões. Basicamente o Jogo é isso. Existem Pontuações em Regiões e também alguns "Monumentos" que também dão Pontuações aos jogadores.



Como Primeira questão, gostaria de falar do Projeto como um todo: Die Die, DIE ! é um Projeto simples, porém, ao jogar, você vai percebendo o tanto de diversão contida nele. Jogos de rolagem de Dados, incluindo o "peteleco" como Mecânica são poucos. Tumblin-Dice por exemplo, é uma boa referência e que teve uma boa aceitação por parte dos Jogadores. Outra referência que temos, porém não utilizando Dados é o já conhecido Crokinole. Die Die, DIE ! segue quase a mesma estrutura, porém, o "Campo de jogo" é fechado, devido as laterais existentes ao redor do Tabuleiro. Com isso, as chances de você obter sucesso na sua estratégia do que fazer naquele momento aumentam bem, já que o Tabuleiro é relativamente pequeno, 

Jogos de "peteleco" são grande atrativos quando estão à mesa, principalmente pela diversão e pela necessidade de você "tirar o traseiro da cadeira" literalmente. Este tipo de Jogo é muito bem aceito por crianças, por se tratar de algo dinâmico. Existe sim a necessidade de pensar no que você vai fazer, porém o fato de Die Die, DIE ! ser um Jogo de Destreza, acaba por arrebanhar adeptos deste tipo de Mecânica.



A Segunda questão que queremos colocar aqui é sobre os objetivos do Jogo, afinal, ganha aquele Jogador que tiver a maior quantidade de Pontos. Aqui a coisa começa a complicar. Os jogadores tem 3 objetivos ao lançar os Dados: Que caia no local determinado. Que consiga tirar deste local, algum Dado intruso alí. Que este Dado tenha um valor alto. Repare que das 3 opções, apenas 1 delas é dependente de sorte, que é ter um valor alto. As outras 2 opções depende de como foi seu "peteleco". Às vezes (E isso aconteceu algumas vezes nos testes que fizemos!) é preferível você deixar um Dado de outro jogador quieto e tentar pegar outra Região com mais Pontos ou Monumentos.



A Terceira questão é sobre os Componentes. Muitas vezes, criamos Jogos com uma tonelada de Componentes e com resultados finais de Jogo na média dos que encontramos por aí. Die Die DIE ! possui pouquíssimos Componentes e já que estamos fazendo uma análise do Jogo, temos a observar aos criadores que terão que tomar muito cuidado na escolha das "Paredes" do Jogo. Quanto aos demais Componentes não vimos problema algum. No vídeo que colocaremos neste tópico, Carlos Couto faz menção ao jogo Castle Panic como uma referência a ser seguida na fabricação das "Paredes" do Jogo. Tivemos casos nos testes que fizemos, de Jogadores mais "animados" ao dar o "peteleco" e que acabaram por destruir parte da "parede" ou mesmo deslocar todo o Conjunto. mas como se trata de um "protótipo" que recebemos para testes, estamos apenas relatando um problema que poderá ocorrer. Como sugestão, seria interessante dar um jeito de fixar a "Parede" ao Tabuleiro (Encaixe simples!) 



Die Die, DIE ! foi à mesa umas 10 vezes até agora, e como resposta daqueles que jogaram, a crítica geral foi  que ele é Simples de se jogar. Alguns relataram da vantagem de ser o último a Jogar e poder se beneficiar (Se tiver sorte na Rolagem, é claro!) da posição dos Dados presentes no Tabuleiro, mas não vejo isso como um problema. Talvez uma boa opção seria criar algum marcador de "Jogador Inicial" e ao final do turno de cada um, passar este marcador ao Jogador seguinte. Isso cabe aos criadores decidirem o que fazer. 

Procuramos prestar atenção ao que os Jogadores diziam do Jogo e a resposta deles ao Jogo. E outro item muito citado, foi o Tamanho da Área de Jogo. Muitos acharam pequeno e por consequência, simples de atingir seus objetivos, já que os Dados ficam bem próximos, e mesmo o Dado que será dado o "peteleco" ficar numa posição mais alta que os demais Dados existentes no Tabuleiro, isso realmente não foi uma dificuldade. 



Um destaque aqui para reação das Crianças que jogaram Die Die, DIE ! Crianças, de certa forma, gostam de jogos de "Destreza" e contrariando um pouco minhas expectativas, o Jogo teve muito boa aceitação por parte delas, mesmo tendo como objetivo uma Pontuação alta para vencer. Em certa ocasião, jogamos Die Die, DIE ! e depois partimos para outros Jogos, mas mesmo assim, as crianças continuaram jogando mesmo sem pontuar. 



A última questão que colocamos é sobre a Potencialidade de Die Die, DIE ! Como nosso Grupo era composto de pessoas que criam Jogos com Materiais Reciclados e tem como Projeto as atividades Lúdicas de uma forma geral, sempre uma sugestão era apresentada e fica aqui uma ideia aos criadores do Jogo, da possibilidade de fazer algo realmente "Pesado", utilizando exatamente as mesmas Regras e Mecânica, ou com pouquíssimas alterações. Imaginamos um Tabuleiro lembrando a "planta" de um castelo, com Portas e Compartimentos Secretos, Buracos, Armadilhas, Objetivos, etc.



Para concluir, queremos aqui salientar a rapidez do Jogo, a facilidade das Regras e a excelente aceitação por parte daqueles que testaram. Die Die, DIE ! não pensem vocês que trata-se de um Projeto bobinho, já que a disputa por Regiões mais interessantes durante a partida foi uma constante. O fato também de Die Die, DIE ! ter como Mecânica a possibilidade de você prejudicar o adversário através da Rolagem de Dados, também foi de grande aceitação, pois para quem Joga, é muito bom você ver o Dado dele saindo para fora do Tabuleiro.  

Se os criadores vão conseguir seu Financiamento Coletico ou mesmo Pré-venda, não podemos dizer, mas cumpriram seu papel como "Criadores". Repetimos o que já dissemos aqui: Criar um Jogo não é uma tarefa fácil! E exaltamos todos os criadores, pois sabemos das dificuldades desde o Conceito inicial até o Projeto final.

Um vídeo sobre o Die Die, DIE ! feito no Castelo das Peças, poderá ser visto aqui:




Parabéns aos criadores pelo Projeto !!!