Blog com resenhas, sessões de jogos, novidades e dicas sobre Jogos de Tabuleiro!

Contato: clubetabuleirocps@gmail.com

Páginas

quinta-feira, 11 de outubro de 2018

Materiais para utilização em Jogos !



Já fizemos várias postagens aqui no Blog, sobre a utilização de Materiais alternativos para utilização em Jogos de Tabuleiro, principalmente Protótipos ou Versões Caseiras.



Novamente, estamos mostrando algumas doações que recebemos e que depois de um processo de limpeza, estão prontos para serem utilizados.



Não estamos falando aqui em qualidade de Componentes, pois a grande maioria de Materiais que solicitamos, são Tampinhas dos mais diversos tipos de Produtos.


Se vocês derem uma olhada nas Postagens anteriores, vão ver que em muitos Jogos , utilizamos estes Materiais e o resultado foi muito satisfatório.



Em breve, estaremos "inaugurando" a  Ecobrinquedoteca do Clube do Tabuleiro de Campinas, que será um espaço destinado à criação e confecção de Jogos e nossa ideia é ter um espaço apropriado para este tipo de trabalho, já que envolve busca de Materiais, separação, lavagem, organização e também ser um espaço lúdico, onde pretendemos fazer também alguns trabalhos mais específicos com alguns Grupos específicos.



Estes Materiais que são mostrados, são descartados no dia-a-dia e realmente não é difícil consegui-los.



Depois disso, basta colocar a criatividade em dia e transformá-los em Jogos e Brinquedos que muito boa aceitação tem junto às crianças.



Vão reparar, que muitos destas Materiais são bem conhecidos de todos vocês. Basta juntá-los ! 







domingo, 19 de agosto de 2018

Isso não é um jogo... Mas funciona como tal... E é genial !



Geralmente encontramos alguns Jogos bem inusitados nesse nosso mundinho de novidades e alguns extrapolam bem o conceito "Jogo" propriamente dito, onde o principal objetivo está na imaginação.

Existe um Jogo cadastrado no BoardGameGeek, chamado:   Eat Poop You Cat em que estas características do "além Jogo" estão presentes de forma sólida e muito interessante:





Abandonaremos os conceitos clássicos dos Jogos em sí e passaremos então a ter uma visão mais ampla de como funciona este Jogo.

Eat Poop You Cat é extremamente simples de ser feito, bastando apenas 1 folha de papel e 1 lápis para cada Jogador e aqui já podemos perceber as diferenças dos Jogos tradicionais. Não existe absolutamente nada. Apenas 1 folha em branco onde os Jogadores irão se enveredar por caminhos fantasiosos em busca do "compreender" aquilo que "vê" e aquilo que "lê".




A compreensão de tudo que vemos e lemos está na capacidade individual de cada um, aqui, respeitado em todos os níveis, sem julgamentos ou qualificações educacionais de cada um. O Jogo pede apenas que você faça algo com aquilo que está exposto à sua frente e nada mais que isso.

Este conceito aproxima-se muito de "Dixit" onde cada um tem uma interpretação diferente para uma imagem e busca informar os outros Jogadores, algum detalhe ou conceito que ele consegue enxergar e que alguém no Grupo também consiga ter esta leitura.

Como o jogo funciona?

Cada Jogador recebe 1 folha em branco e 1 Lápis e deverá escrever uma "Frase" simples, como por exemplo: "Gilberto, o sapinho, resolveu subir no alto da montanha e saltar de Asa delta" .

Uma das características da "Frase" formulada é que ela seja simples e não muito longa, pois todas as informações são "Matéria prima" para o próximo passo do Jogo.




Na "Frase" acima, repare que existem vários conceitos: O sapinho Gilberto, o "subir" (Que pode ser andando ou pulando), a Montanha, a Asa Delta e o vôo de Asa Delta.

Uma vez que todos os Jogadores tenham escrito a "Frase, todas as folhas com as "Frases" escritas  são passadas aos Jogadores à esquerda, que deverão fazer um "Desenho" qualquer referente àquela "Frase" e aqui você começa a perceber a genialidade simples deste Jogo. Uma vez que todos os Jogadores fizeram o "Desenho", estes deverão dobrar a folha, escondendo a "Frase"  (E não o "Desenho") e passarem aos Jogadores à esquerda, que deverão fazer uma "Frase" qualquer referente àquele "Desenho". Feito isso, Dobra-se a folha escondendo o "Desenho" e passa-se ao Jogador à esquerda que deverá fazer uma "Frase" referente àquele "Desenho" e assim segue até que 4 Desenhos sejam feitos. O Jogo finaliza quando o 4º "Desenho" é feito.




Repare que existe uma alternância nas Ações dos Jogadores sendo que terão que fazer uma "Frase" ou um "Desenho" e somente a última informação está visível (Frase ou Desenho), já que as anteriores estão escondidas quando a Folha foi dobrada: - Frase / Desenho / Frase / Desenho / Frase / Desenho / Frase / Desenho.

Alguns comentários sobre este "Jogo":

Gostamos de trabalhar com "Jogos" que fogem aos padrões que geralmente encontramos espalhados por aí e quando existe o uso da "imaginação", temos um prato-cheio para que possamos explorar mundos invisíveis.




Quando citamos "Dixit", percebemos que a aceitação/diversão, depende muito do Grupo que está jogando, já que tivemos experiências de todos os tipos, muitas vezes deixando a Pontuação apenas como objeto decorativo. Conseguir enxergar algo nas Cartas não é tão difícil, mas imaginar que a dica dada ao Grupo servirá com "isca" para alguns participantes apenas, e não todos ou nenhum, é a grande sacada do Jogo. Se você conhece os participantes, sabe mais ou menos como funciona a cabeça de cada um e com isso, saberá se aquela informação será ou não interessante pra você. Entender isso é um grande passo para conseguir a totalidade de "Pontos".




Em Eat Poop You Cat este conceito também está presente, mas de forma mais "crua" e até certo ponto, mais "verdadeira", pois não existem Cartas. As "Frases" e "Desenhos" são criados livremente e não estamos aqui avaliando a qualidade nem das Frases e muito menos dos Desenhos, mas a informação que foi transmitida. 




No exemplo do "Sapinho Gilberto", se alguém desenhasse somente um Rostinho Feliz, ele se encaixaria muito bem na "Frase", pois este poderia ser o sonho do "Sapinho" e nada mais justo que ele estivesse Feliz por isso. Mas repare que se isso ocorresse, ao esconder a "Frase" e passar o "Desenho" ao Jogador à esquerda, este teria outra informação completamente diferente do porquê daquele "Rostinho Feliz" e criaria uma "Frase" que, com certeza, não teria nada a ver com a "Frase" inicial e aqui está a diversão do Jogo.

A "História" é contada pelos Jogadores, ou melhor, é "criada" pelos Jogadores de forma simples e que é revelada totalmente somente quando o 4º "Desenho" é feito e o "Jogo" encerrado.




Mais que "Jogar", depois de encerrado vem a diversão completa que é a discussão de cada "História" criada e ver as "Frases" e os "Desenhos" feitos em sequência e como foi tudo interpretado.

Reparem que este "Jogo" é genial na sua essência, como algo capaz de fazer algo do "nada", se transformar em histórias absurdas e fantasiosas, onde cada Jogador teve sua participação, pois fez parte dela, seja desenhando, seja escrevendo.




"Jogos" deste tipo são experiências lúdicas que podemos fazer com nossas crianças/alunos/idosos, já que independe de idade e que geralmente são muito bem aceitos por aqueles que querem se enveredar no mundo da imaginação.

Um achado...




As imagens desta postagem foram retiradas do Site BoardGameGeek e, embora estejam em Inglês, dá uma boa noção do resultado final daquilo que foi uma "viagem" dentro do "Jogo".


quinta-feira, 24 de maio de 2018

Vídeo explicativo do Jogo "Pickomino" - Versão caseira !



Nossas Versões Caseiras são confeccionadas artesanalmente e para uso pessoal somente, sendo proibida qualquer tipo de venda !

Hoje vamos falar de um joguinho bem legal e que agrada tanto crianças quanto adultos. Trata-se de Pickomino, lançado em 2005 e seu Autor é Reiner Knizia.


Abaixo, colocamos um Vídeo explicativo do Jogo, que fizemos utilizando outra Versão Caseira, feita com Tampinhas de Frascos de Leite:



No Jogo original, você precisa ter o maior número de "Minhocas" possível no final da partida. E aqui existe uma mudança que fizemos em nossa Versão Caseira, que ao invés de utilizar "Minhocas", utilizamos simplesmente Circulos Roxos... Portanto, em nossa Versão Caseira, quem tiver mais Circulos Roxos no final da partida, vence !

O Jogo é muito simples de ser feito, mas demora um pouquinho para os Jogadores entenderem como funciona, mas 2 ou 3 rodadas já são suficientes para o conhecimento total das Regras.

Os Componentes são 8 Dados D6 e 16 peças retangulares... Em nossa Versão Caseira, fizemos os Dados com Cubinhos de Espuma que tínhamos por aqui e as 16 peças retangulares foram feitas com Origami Modular.





Abaixo, colocamos o diagrama do Origami Modular que utilizamos para dobrar o papel e obter as peças retangulares.




Estas 16 peças retangulares, são divididas em 4 conjuntos da seguinte forma:

- 4 peças com 1 Círculo Roxo, numeradas de 21 a 24
- 4 peças com 2 Círculos Roxos, numeradas de 25 a 28
- 4 peças com 3 Círculos Roxos, numeradas de 29 a 32
- 4 peças com 4 Círculos Roxos, numeradas de 33 a 36

Um aspecto interessante são os Dados D6, que possuem numeração de 1 a 5, porém a face onde estaria o número 6, é desenhada a "Minhoca" (Jogo original) ou Círculo Roxo e sempre vale 5.

Coloca-se os 4 grupos de Peças Retangulares de forma crescente e separados por número de Minhocas (Ou Circulos Roxos) à vista de todos os Jogadores e o 1º Jogador da Rodada deverá rolar todos os 8 Dados D6.




O Jogador deverá formar conjuntos de valores iguais e escolher apenas 1 Conjunto... Em seguida, deverá rolar novamente todos os dados restantes (Menos os do Conjunto escolhido) e repetir este processo até o final de sua ação.

Um aspecto muito importante é que antes de encerrar sua ação, deverá, obrigatóriamente, ter "Minhocas" (Ou Círculos Roxos) em algum Conjunto escolhido, seja com 1 ou mais "Minhocas" (Ou Circulos Roxos).

Exemplo: Dados D6 sairam com valores: Circulo, Circulo, 3, 3, 5, 1, 2, 2... Repare que o Jogador pode optar por pegar os 2 Dados com Círculos Roxos totalizando 10 Pontos... Neste caso, pega-se estes 2 Dados e coloca à sua frente, rolando todos os demais... 




As escolhas dos Dados  que estarão à sua frente tem o objetivo de alcançar qualquer um dos valores das peças que estão na Mesa, ou com algum adversário. Soma-se todos os Dados que estão à sua frente e com o resultado o jogador pega a peça correspondente e coloca à sua frente. Se na rodada seguinte este Jogador pegar outra peça, deverá colocar sobre a peça que já existe. Os Jogadores só podem pegar as peças dos adversários que estão em cima e o valor deve coincidir com as escolhas dos Dados que o Jogador colocou à sua frente.




Este é um Jogo de apostas, pois uma vez que você pegou um Conjunto de Dados, esta face você não mais poderá pegar na rodada. Com isso, pode ocorrer de você continuar rolando Dados e sair todos as faces que você já pegou. Neste caso, você devolve a peça superior que está a sua frente e vira a de valor mais alto que está no centro da mesa... Isso é feito para que o Jogo não fique arrastado.




Para quem leu até aqui, deve ter achado um pouquinho complicado esta mecânica e concordamos que realmente é ! Mesmo à mesa, para quem não conhece o Jogo, as primeiras rodadas são meio confusas, mas pega-se o jeito rapidinho.




Pickomino, pelos poucos componentes que tem é um dos grandes achados neste nosso mundinho de Jogos.  Seu tempo de Jogo gira em torno de 30 minutos somente e agrada aqueles que querem algo bem interessante.

Este jogo trabalha muitos aspectos, como perda (Algum Jogador pode pegar sua peça) e também tomada de decisões se devo continuar jogando (E arriscando) ou devo parar e me contentar com a soma dos valores que já tenho à minha frente. Além disso precisará escolher qual o melhor conjunto para pegar. Além disso, existe o risco de continuar jogando Dados e não conseguir ficar com nada na rodada. Saber quando parar ou continuar é uma decisão crucial para conseguir alguma coisa na rodada.




Jogo que sempre recomendamos, pois sua simplicidade esconde muitos aspectos que podem ser trabalhados, além de ser bem simples, principalmente depois que habituamos a jogá-lo !




Recomendamos !

terça-feira, 22 de maio de 2018

Vídeo explicativo do Jogo "Sunflower Valley" - Versão Caseira !

Caixa do Jogo original

Nossas Versões Caseiras são confeccionadas artesanalmente e para uso pessoal somente, sendo proibido qualquer tipo de venda !


Hoje vamos falar de um Jogo muito interessante, destinado ao público infantil: Sunflower Valley !



Jogo original

Vídeo explicativo do Jogo, utilizando nossa Versão Caseira feita com Tampinhas:




Este Jogo, tem como característica muito interessante, a forma como é feita a Marcação no Tabuleiro de Jogo, que simplesmente deve ser Desenhado à mão livre os resultados obtidos na escolha dos Dados.

Em resumo, o Tabuleiro mostra 5 Áreas em diferentes cores, que simbolizam um Vale, onde os Jogadores terão que criar Ovelhas, Plantar Girassóis, Fundar cidades (Vilas), Conectar estas cidades com Ferrovia e com isso, conseguir a maior quantidade de Pontos, que funciona da seguinte forma:

- Número de Cidades com Ovelhas (Multiplicado por 3)

- Maior quantidade de Flores em uma Região (Multiplicado por 3)

- Total de Flores ao lado das Montanhas

- Total de População

- Ganhar Bônus que dependerá do número de Cidades conectadas por Ferrovia


Jogo original

Ainda terão que tomar cuidado, para que Cidades não fiquem sem Ovelhas em espaços adjacentes, pois se isso ocorrer, será descontada da Pontuação final o Número de Cidades sem Ovelhas (Multiplicado por 5).

Como o Jogo funciona ?

Existem 6 Dados que o Jogador inicial rola e escolhe 1 deles apenas e posiciona sobre qualquer uma das 5 Cores no Tabuleiro de referência do Jogo. Para cada face do Dado, existe uma opção diferente que são as seguintes:

- Face 1: Cidade + 2 População

- Face 2: Ovelha

- Face 3:  Seguimento de Ferrovia Reto

- Face 4: Segmento de Ferrovia em Curva

- Face 5: Flor sem População

- Face 6: Flor com 1 População


Jogo original

Uma vez escolhido, o Jogador desenha (Jogo original) a Cidade, Flor, Ovelha ou Segmento de Ferrovia no Tabuleiro de Jogo e o próximo Jogador escolhe um dos Dados restantes e faz a mesma coisa. Assim segue até que todos os Jogadores tenham feito sua escolha. O Marcador de Jogador inicial é entregue ao próximo Jogador que inicia a próxima rodada.

O Jogo termina quando todos os espaços do Tabuleiro do Jogador estão preenchidos e faz-se então a contagem de Pontos descrita acima.


Jogo original

O que achamos do Jogo ?

Sunflower Valley chama a atenção não pelo Jogo em sí, que é bem simples até, mas pela forma que os Jogadores fazem as Marcações no Tabuleiro do Jogo (Me refiro ao Jogo original), pois cada Jogador possui uma Caneta e deverá desenhar o que escolheu no Dado em seu Tabuleiro e isso torna cada um diferente do outro, pois Ovelhas são desenhadas de forma diferente, assim como Cidades, Ferrovia, Flores, fazendo com que a criatividade do desenhar também faça parte do Jogar. Formatos diferentes são motivos de risadas, pois o desenhar é livre, desde que ali esteja presente o que foi escolhido. 


Jogo original

Se quiser fazer uma Ovelha tomando sol, ou mesmo uma Ovelha Negra, com chapéu, com vestido, de Bicicleta ou seja lá o que quiser colocar no desenho, desde que esteja simbolizado ali a Ovelha, é livre e aqui o Jogo ganha um diferencial muito interessante. Nas imagens, poderão perceber estas diferenças.

O Jogar em sí em muito simples, pois é simplesmente rolar os Dados e escolher algo a ser colocado em alguma Área do Tabuleiro de Jogo e no final fazer a Pontuação.


Versão Caseira
O que achamos um pouquinho complicado é o Leque de opções para pontuar. Isso quase que obriga que alguém explique antes do Jogo, todos os meios de Pontuação, para que as escolhas não sejam automáticas, mas que levem em consideração o maior número de Pontos que os Jogadores podem obter, dependendo das escolhas feitas.


Versão Caseira

Uma agradável surpresa nesse nosso mundinho de Jogos, já que para o público que é destinado, o Jogo tem uma certa "complexidade" de escolhas. Estar atento às melhores possibilidades e como está o Tabuleiro é muito importante, pois Pontos valiosos podem ser obtidos numa escolha bem feita.


Versão Caseira

Como fizemos nosso Jogo ?

Quem acompanha nosso Blog, já percebeu que procuramos muito utilizar Materiais alternativos (Principalmente Tampinhas) na confecção de nossas Versões Caseiras e como gostamos demais de Sunflower Valley, precisávamos resolver o problema de como transformar desenhos feitos em um Tabuleiro, em algo mais prático e simples.


Versão Caseira

A idéia de desenhar no Tabuleiro é sensacional, porém teríamos que providenciar algum tipo de "Acetado" que aceitasse ser desenhado e depois aceitasse também ser apagado, seja lá com que produto for (Álcool, por exemplo), mas isso causaria 2 problemas que nosso Grupo procura evitar, que é a dificuldade em conseguir Materiais sem custo algum e Produtos utilizados, principalmente por Crianças. 


Versão Caseira

A solução veio de forma bem simples, utilizando Tampinhas brancas de Caixas de Leite para as Ovelhas, Cidades, Flores, Montanhas e Segmentos de Ferrovia e Tampinhas coloridas de Frascos de Leite.

Fizemos 30 Tampinhas de cada tipo: Montanha, Cidade, Flor, Ovelha e Segmento de Ferrovia e com isso tivemos que pegar 180 Tampinhas brancas de Caixas de Leite, além de conseguir  Tampinhas de Frascos de Leite (25 de cada em 6 cores).


Versão Caseira

Reparem que a quantidade de Material utilizado foi bem grande, mas como sempre juntamos Tampinhas e temos diversas pessoas que doam este Material, tínhamos tudo por aqui.

Quanto à Arte, poderão ver nas imagens que fizemos tudo desenhado à Mão, com Caneta Preta e pintamos com Lápis de cor. Feito isso, escaneamos os desenhos, colocamos no Power Point e imprimimos o Tabuleiro de Jogo e a Folha com Pontuação que é entregue a cada Jogador, em Papel gramatura 180g.


Versão Caseira

Já para Cidade, Ovelha, Flor, Montanha e Segmento de Ferrovia, imprimimos em Folha adesivada, recortamos e colamos em cada uma das Tampinhas brancas de Leite.

De forma geral, deu muito trabalho, pois tivemos que cortar todos os Círculos com desenhos e colar nas Tampinhas, porém, achamos que o resultado final, por termos feito os desenhos de forma bem simples e pintados com Lápis de cor de forma bem simples também, acabou dando um resultado muito legal.


Versão Caseira

Sunflower Valley foi um dos grandes achados neste ano de 2018 e que "caiu como uma luva" no nosso propósito, pois não existe necessidade de impressão de Componentes com Artes elaboradas ou aquisição de Marcadores, Cubinhos, Tokens, etc... Basta utilizar as Tampinhas e temos o Jogo.

Para os 6 Dados, utilizamos os já conhecidos Dados de Espuma que temos por aqui, pois praticamente, em todas nossas Versões Caseiras utilizamos eles. Quanto as Marcações nas Faces dos Dados, utilizamos Caneta permante.


Versão Caseira

Para aqueles que querem um Joguinho muito interessante, recomendamos o Jogo ! Se conseguirem substituir as Tampinhas por algum outro Material que possa ser desenhado e depois apagado incontáveis vezes, realmente não há necessidade de se utilizar tantas Tampinhas de Leite como utilizamos. 

Taí mais uma dica à todos vocês !

Abaixo, mais imagens de nossa Versão Caseira !