Blog com resenhas, sessões de jogos, novidades e dicas sobre Jogos de Tabuleiro!

Contato: clubetabuleirocps@gmail.com

Páginas

domingo, 31 de janeiro de 2016

"Ferrovias de São Paulo" - Arquivos já disponíveis !


Caixa do Jogo !

Todos os jogos criados pelo Clube do Tabuleiro de Campinas, foram feitos para uso pessoal somente, sendo proibido qualquer tipo de venda !


São Paulo teve uma rica história Ferroviária!  Pelos trilhos das diversas Companhias Ferroviárias, foram transportados parte da riqueza do Estado. Muitas destas riquezas eram transportadas para as principais cidades do Estado, cidades de outros Estados e muitas acabavam descendo a Serra e entregues nos Barcos atracados no Porto de Santos, de onde partiam para lugares mais longínquos.

Em meio ao transporte desta riqueza, também trafegaram por estes trilhos, Vagões de passageiros, numa época em que as distâncias eram difíceis de serem vencidas pelas Locomotivas a vapor, que lentamente cruzavam Serras, Vales e Planícies.

De uma forma geral, podemos dizer que 8 Companhias se destacaram nesta empreitada:

- Cia. Sorocabana de Estradas de Ferro
- Cia. Paulista de Estradas de Ferro
- Mogiana de Estradas de Ferro
- Estrada de Ferro Araraquara
- São Paulo Railway
- Estrada de Ferro Noroeste do Brasil
- Estrada de Ferro São Paulo - Minas
- Estrada de Ferro São Paulo - Rio.

Cada uma dessas Companhias Ferroviárias tiveram seu tempo e seu auge e com a escolha governamental em priorizar o transporte rodoviário, todas essas Companhias tiveram sua decadência com o passar do tempo.

Atualmente, pouco resta de muitas delas, a não ser Estações, Depósitos, Trilhos e Dormentes escondidos pelo mato alto e pelo esquecimento.  Muitas Estações e Depósitos, hoje se encontram vandalizados, destruídos e muitos deles desaparecidos completamente, sem nenhum sinal que por ali passaram passageiros, produtos, histórias e riquezas.

Triste fim de uma história rica e bela !


“Ferrovias de São Paulo” coloca no Tabuleiro todas estas Companhias em pleno funcionamento, onde Produtos terão que ser transportados pelas Cidades ou enviados ao Porto de Santos para serem entregues a outros destinos.

Os jogadores terão que movimentar suas Composições, comprar e vender Produtos, transportá-los pelas diversas Ferrovias do Estado de São Paulo e também fazer negociações com outros jogadores através de seu Agente. Deverão saber quando comprar e quando vender estes Produtos, já que o mercado altera constantemente os valores destes Produtos. 

Iniciará o jogo com 1 Composição, simbolizada por 1 Locomotiva e 1 Vagão. Ao longo da partida, terá que melhorar tanto as Locomotivas quanto os Vagões, tornando-os mais eficientes bem como adquirir outra Composição. 

Terá também que fazer bons negócios com os Agentes de outros jogadores e com o Negociador presente no Jogo. Por fim, poderá também comprar Ações das diversas Companhias Ferroviárias, Ações de Mineradoras, tão importantes para o Mercado de Carvão e também Ações da Companhia de Telégrafo do jogo.

“Ferrovias de São Paulo” é um jogo “Econômico” e aquele jogador que mais dinheiro tiver no final da partida, será o vencedor !

Mais que um jogo, queremos colocar um pouco da história Ferroviária de São Paulo no Tabuleiro, e relembrar um pouco quando nossas riquezas, nosso povo e nossa história eram transportadas nos velhos Vgões de madeira, puxadas por Locomotivas que insistiam em vencer os desafios deste território Paulista !

Desejamos a todos uma boa viagem !


Você poderá baixar os arquivos gratuitamente em um dos Links abaixo:

Google-Drive:


4Shared:



Este Jogo está disponível gratuitamente a todos os interessados e buscamos fazer algo lúdico e também informativo.

Queremos agradecer a todos que de uma forma ou de outra, colaboraram para que este Projeto pudesse ser realizado.

Agradecemos a ABPF Regional Campinas e ABPF Regional São Paulo pela disponibilidade de textos e imagens utilizadas no Jogo:

ABPF Regional Campinas: www.abpf.com.br

ABPF Regional São Paulo: www.abpfsp.com.br

Agradecemos a Ralph Mennucci Giesbrecht, do Site www.estacoesferroviarias.com.br   por disponibilizar as informações colocadas nas Cartas de Cidades.

Agradecemos ao Site www.navioseportos.com.br  pela disponibilidade da utilização da imagem nas Cartas de Barcos: “Navio Porto Iguaçu descarregando carvão dos EUA no Porto de Santos”.

Agradecemos ao amigo Rafael Sales, da cidade de São Paulo, por traduzir a descrição contida na Página do Jogo no Site: www.boardgamegeek.com

Criar um Jogo e fazê-lo funcionar não é uma tarefa fácil e erros poderão aparecer durante as partidas. Agradecemos toda crítica e sugestão quanto a jogabilidade, para que ajustes sejam efetuados e erros corrigidos.

À  todos, nosso muito obrigado !

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Jogo "Mana" - Versão Caseira !

Nossas Versões Caseiras são confeccionadas artesanalmente e para uso pessoal somente, sendo proibida qualquer tipo de venda !

Imagem do Jogo retirado do Bgg !

Hoje vamos falar de um jogo completamente desconhecido da maioria dos jogadores: Mana !


Mana é um jogo abstrato para 2 Jogadores, lançado em 1987 e seu criador é Claude Leroy e muito fácil de ser feito.


Todos os Componentes de nossa Versão Caseira !

Jogos abstratos são bem interessantes e muitas vezes são utilizados em Salas de Aula como reforço escolar, já que são jogos, na maioria das vezes lógicos, desenvolvendo o raciocínio matemático dos estudantes.

Cada jogador possui 1 Damyo e 5 Ronins e também existe no Jogo 1 Mana que serve para limitar o movimento do seu oponente e será utilizado pelos 2 Jogadores. 

O objetivo dos jogadores é capturar o Damyo de seu oponente, que pode ser feito pelo seu próprio Damyo ou com um de seus Ronins


Tabuleiro de nossa Versão Caseira, feita em Eva 2mm !

O Tabuleiro do jogo é marcado com numeração (Na nossa Versão Caseira utilizamos Pontos) que pode ser 1, 2 ou 3. Se o jogador decide mover alguma peça que esteja, por exemplo em um espaço 3, então deverá movê-la 3 espaços. Se estiver no espaço 2, deverá movê-la 2 espaços. Se estiver no espaço 1, deverá movê-la somente 1 espaço. A numeração serve para indicar quantos espaços as peças podem se mover. 

As peças dos jogadores podem mover Horizontalmente ou Verticalmente, mas nunca Diagonalmente, sendo que o Jogador poderá mudar o sentido no meio do movimento, se quiser.


Fichas do Jogo: Utilizamos Tampinhas de frascos de Remédios !

Ao terminar seu movimento, colocará o Mana sobre esta peça movida. O jogador adversário, obrigatóriamente terá que mover o mesmo número de casas indicados pela casa onde se encontra o Mana. Ao finalizar seu movimento, pegará o Maná e colocará também no espaço onde sua peça terminou o movimento !

Captura das peças do adversário: Quando a peça de um Jogador terminar o movimento em uma casa onde se encontra uma peça do adversário, então esta peça do adversário é capturada e retirada do Jogo.


Nossa Versão Caseira !

O que achamos do jogo ?

Mana é um Jogo abstrato na sua essência e muito lógico ! Saber onde terminar seu movimento, de forma a restringir os movimentos do adversário é um bom caminho para a vitória. 

O problema que vemos no Jogo, é que você precisa ter uma visão "espacial" muito boa de como está a situação do Jogo, onde estão suas peças e onde se encontra o Damyo adversário. 

Muitas vezes, você deixa de "atacar" o Damyo adversário, já que seu próprio Damyo corre muito perigo, causado pelo posicionamento das peças do adversário no Tabuleiro.

É preciso muita atenção, pois poucas  jogadas erradas já são suficientes para perder a partida !

Excelente jogo ! Uma boa surpresa ! Principalmente para quem gosta de Jogos abstratos !

Recomendamos !


Tabuleiro do Jogo que utilizamos em nossa Versão Caseira !

Regras do Jogo !



sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

"Ferrovias de São Paulo" - Do Projeto inicial ao Jogo finalizado !

Caixa do Jogo !

Informamos que o Jogo já foi lançado e os arquivos já podem ser baixados gratuitamente em um dos Links abaixo:

Google Drive:


4Shared:




Nossas Versões Caseiras são confeccionadas artesanalmente e para uso pessoal somente, sendo proibida qualquer tipo de venda !


No dia 1º de Fevereiro, o Clube do Tabuleiro de Campinas estará lançando seu 6º Jogo e desta vez escolhemos como Tema as Ferrovias e resolvemos chamá-lo de "Ferrovias de São Paulo". 

Escolhemos colocar no Jogo as Companhias que estavam presentes no auge Ferroviário do Estado de São Paulo: Sorocabana, Mogiana, Cia, Paulista, Noroeste, Araraquara, São Paulo Railway, São Paulo-Minas e São Paulo-Rio.


Tabuleiro do Jogo !

Cada uma delas tiveram sua História e seu auge e hoje pouco vemos desta História, lembrada muitas vezes em alguns Trilhos ou Estações que ainda insistem em vencer o tempo, tomados pelo mato alto, destruidos, vandalizados e alguns completamente desaparecidos.

Colocar o Tema à mesa de forma lúdica é uma boa forma de lembrar dos tempos em que os Produtos, a riqueza e a história de muitas pessoas, trafegavam pelos vales e planícies, num tempo em que os velhos Vagões e suas Locomotivas à Vapor insistiam em percorrer caminhos, que naqueles tempos, pareciam intransponíveis.


Carta de Cidade !

Como início de Projeto, já tínhamos uma ideia do que seria o Jogo: Transporte de Mercadorias apenas ! Nos primeiros rabiscos, não tínhamos em mente que muitas Regras, mudanças, reviravoltas, seriam acrescentadas ao Jogo.

Comprar e Vender produtos era simples para um Jogo e já que queríamos fazer algo de complexidade média, resolvemos colocar um aspecto mais  "Econômico".


Carta de Barco !

Com isso, o Jogo passou de complexidade baixa para uma complexidade de média para alta, já que os preços dos Produtos seriam ditados pelo Mercado. Muitos Produtos disponíveis fazem o preço cair, tanto na Compra, quanto na Venda. Poucos Produtos disponíveis fazem o preço subir, também tanto na Compra, quanto na Venda.

Meu companheiro de Projeto, Daniel, então resolveu colocar uma "pitada" Econômica, fazendo com que Ações das Companhias Ferroviárias entrassem em Jogo. Mas não bastava isso: Resolvemos dar um jeito de melhorar mais os valores das Ações à medida que estas Companhias fossem utilizadas. Com isso, toda vez que algum jogador comprasse Produtos em alguma Cidade que tivesse alguma Companhia Ferroviária, o Jogador ganharia um Bônus. E este Bônus também seria dado à todos os demais Jogadores que também tivessem Ações desta Companhia


Carta de Jogador Inicial !

Gostando da ideia das Ações das Companhias, resolvemos então fazer a mesma coisa com o Carvão, tão importante para o Movimento das Locomotivas dos Jogadores. Criamos então as Ações das Companhias Mineradoras, responsáveis pela Extração de Carvão. Resolvemos então fazer várias Mineradoras com Capacidade de Extração diferente uma das outras. E assim como ocorre nas Companhias Ferroviárias, a utilização destas Mineradoras também dariam Bônus aos Jogadores.

E lendo à respeito das Ferrovias, descobrimos a importância do Telégrafo à Época. Porque não criar uma Companhia de Telégrafo também ? Só que deixamos apenas 1 Companhia no Jogo e todos os Jogadores podendo comprar Ações desta Companhia. Como Bônus, optamos por fazer uma parte "Semi-cooperativa", dando aos Jogadores a possibilidade de ganhar mais com estas Ações, levando-se em consideração a Instalação de Postes Telegráficos feitas por todos os Jogadores.


Carta de Locomotiva L1 !

O modelo final do Jogo estava praticamente pronto, quando percebemos que os Jogadores teriam problemas de Dinheiro ao longo da partida. Neste jogo, tudo é gasto e é preciso gerir bem seu Dinheiro para poder colocar em prática aquilo que planejou. À princípio, decidimos que cada Jogador começaria com $20, mas este valor foi alterado para $30, dando assim, um folego a mais aos Jogadores, principalmente no início da partida. Resolvemos também, colocar Empréstimo no Jogo, já que o Jogador recebe $20 por cada Empréstimo que faz.  No final terá que pagar este Valor + Juros, mas pode ser uma opção de saída, numa situação crítica de falta de Dinheiro.

Ao fazer as Cartas e Componentes, percebemos que o Jogo ficou com inúmeras informações de valores. Nas Cartas, existem estas informações, mas optamos por fazer uma Folha de Ajuda com todos os Valores existentes no Jogo. Embora a quantidade de informações de valores ainda seja grande, ajudou bem numa pesquisa rápida !


Carta de Ações da Companhia Mineradora - Capacidade 2 !

Carta de Ações Noroeste do Brasil !

Quanto ao Tabuleiro, resolvemos pegar algumas Cidades de todas as Companhias, simbolizadas por Cores e fizemos um Cálculo que entrasse o número de trechos de cada uma delas. Assim, Companhia como a Sorocabana possuido 24 trechos , enquanto São Paulo Raiway possuido somente 2. teriam que ter algum fator que equilibrasse ambas. A possibilidade das Cartas de Cidades com as Companhias com número maior de Trechos entrar na partida é bem maior e tivemos que compensar no Valor das Ações, fazendo com que Ações de Companhias com quantidade maior de Trechos, tenham valor de Compra e Venda menor que Ações de Companhias com quantidade menor de Trechos. Isso pode não ser correto Economicamente falando, mas para o Jogo funcionou.

De uma forma geral, o Jogo ficou essencialmente Econômico, tendo os Jogadores que fazerem contas e planejamentos, levando-se em consideração um Mercado de Produtos que muda constantemente conforme os Jogadores vão comprando e vendendo Produtos. Comprar quando o preço do Produto está baixo e Vender quando o preço do Produto estiver Alto é uma receita infalível para o Sucesso !


Carta de Ações da Companhia de Telégrafo !

Mas é preciso ainda se preocupar com suas Composições, já que os Jogadores começam com 1 Composição (Locomotiva + Vagão) bem "fraquinha" e terá que melhorá-la. Mas para isto exige-se gastos ! E estas Composições, para se movimentarem pelo Tabuleiro,  exigem Carvão para serem utilizados em suas Caldeiras. 

Carvão segue o mesmo princípio dos Produtos, com valor de Mercado variável, mas colocamos uma boa saída que são as Mineradoras. Uma boa forma de conseguir Carvão a um custo que pode ser menor que o Valor de Mercado e ainda poder vendê-los aos demais Jogadores ou ao próprio Mercado.


Carta de Empréstimo !

E finalizando nosso comentário sobre a criação de nosso Jogo, temos também as Negociações que podem ser feitas com outros Jogadores ou com o Negociador existente no Jogo. Uma boa negociação pode economizar várias Ações dos Jogadores e garantir alguma vantagem extra.

Nosso objetivo final é criar e divulgar nosso trabalho àqueles que se interessarem, independente do Jogo ser ou não do gosto de todos. Fazer uma Versão Caseira de um Jogo que não foi feito por uma Editora, com Componentes excepcionais é complicado, a não ser que o Jogador realmente queira tê-lo em sua coleção. "Ferrovias de São Paulo" acabou ficando com muitas páginas de Impressão. Muitas páginas significa custo alto para fazê-lo ! 

Nosso Projeto está finalizado e estaremos distribuido gratuitamente à todos em 1º de Fevereiro ! Como dissemos no início, é nossa 6ª criação e pelo número de Downloads feitos dos Jogos anteriores, pouquíssimos realmente se interessam em fazer um "Print-play!  

Mas não é esse nosso objetivo ! Criamos porque gostamos de criar !


Carta de Depósito !

"Ferrovias de São Paulo", como Projeto finalizado, ficou muito acima daquilo que propomos lá nos primeiros rabiscos, já que muitas Regras foram acrescentadas. Esperamos que aqueles que gostam de Jogos desta Categoria (Econômica) possam desfrutar dos números que colocamos no Jogo.

Eles estão por toda parte !


Ficha de Ajuda do Jogador - Frente !

Alguns Tiles do Jogo !

Tiles de Produtos Vermelhos !

Tiles de Empréstimo !

Alguns Tiles do Jogo !

Alguns Tiles do Jogo !



quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Surge a Locomotiva !

Caixa do Jogo !

No próximo dia 1º de Fevereiro, o Clube do Tabuleiro de Campinas estará disponibilizando gratuitamente aos interessados, os arquivos do Jogo "Ferrovias de São Paulo".

Este Jogo foi criado por Daniel Zucculin e Wagner Gerlach e tem como Tema as Companhias Ferroviárias que fizeram parte da História Ferroviária do Estado de São Paulo.

Trata-se de um Jogo Econômico na sua essência, onde o objetivo dos Jogadores é ser aquele que no final da partida, tiver a maior quantia em Dinheiro, conseguido através da Compra e Venda de Produtos, Compra e Venda de Locomotivas e Vagões, Compra e Venda de Ações das Companhias Ferroviárias e Companhia de Telégrafo, presentes no Jogo. O jogo é de complexidade média  a alta!

Para aqueles que ainda não conhecem nossos Jogos criados, vai aqui um Link com todos eles:

Syntesis 2011

Reserva Ambiental 2014

A Colmeia 2014

Todos contra a Dengue 2015

A Colmeia - Micro Jogo 2015

Aguardem !

Surge a Locomotiva !

Em 1802 os mecânicos ingleses Richards Trevithich e Andrew Vivian construíram uma “diligência  a vapor para estrada”. Montada sobre rodas com aro de ferro, era uma máquina muito pesada que se recusava a andar. Trevithick teve a ideia de colocar o veículo sobre trilhos. Surgia a primeira locomotiva. Em 1804, Trevithick realizou uma nova experiência: Com uma locomotiva construída por ele próprio, conseguiu rebocar cinco vagões, carregados com 10 toneladas de ferro e 70 homens, ao longo de um trajeto de 14,5 km. A proeza consumiu o espantoso tempo de quatro horas e cinco minutos.

Desde o seu surgimento, o trem é considero uma das maiores conquistas técnicas da era industrial, seguido da invenção do telégrafo, do telefone, da lâmpada elétrica e do cinema, ocorridas também ao longo do século XIX, o trem veio contribuir para o que as vanguardas da época chamaram de futurismo no cotidiano, marcando o início de um tempo de movimento e velocidade em contraposição à estagnação dos costumes nos séculos anteriores. Foi um período em que alternaram-se o entusiasmo pelas novidades e o temos coletivo frente aos avanços da ciência que, aos olhos do cidadão comum, parecia inverter as leis da natureza, dando aos homens o supremo poder de controlar o tempo e interferir mais incisivamente no espaço. Alterava-se rapidamente o cotidiano das pessoas, sobretudo na Europa, então senhora do mundo. Os novos métodos de produção, decorrentes da Revolução Industrial, por sua vez, imprimiam novas exigências para a abertura de novos mercados e a expansão dos negócios.
Entre essas exigências estava a padronização universal dos horários. Apenas para se ter uma ideia, no início do século XIX, quem cruzasse os Estados Unidos de Nova York a São Francisco, passava por mais de duas dezenas de zonas temporais. Eram regiões com padrões de horários próprios, algo incompatível com o aproveitamento econômico e nacional do sistema de circulação, exigido tanto pela indústria como pela ferrovia. As pressões das companhias férreas provocaram um extenso debate sobre a necessidade de padronização de horários, debate este que se prolongaria por quase um século. Finalmente, em 1894, a Terra foi dividida entre 24 zonas temporais, tendo Greenwich como meridiano zero, padrão vigente até hoje. Nascia o fuso horário, e com ele chegava ao fim o mundo do local e do particular. A reboque das locomotivas, os dias teriam sempre a mesma duração em todo o globo terrestre.

Fonte: www.abpfsp.com.br

Vivências na Ecobrinquedoteca !

Jogo Chiken Cha Cha Cha - Versão Caseira !

Nossas Versões Caseiras são confeccionadas artesanalmente e para uso pessoal somente, sendo proibida qualquer tipo de venda !

Dias 20 e 21 de janeiro, estivemos na Ecobrinquedoteca do Parque - Campinas SP para mais um momento de Vivências, promovido pelo pessoal de lá.

Alguns jogos foram à mesa e desta vez, priorizando o público infantil, já que a Ecobrinquedoteca estava recebendo visitantes de Escolas, que buscavam Jogos novos para serem utilizados com os alunos.

Nestes dias tivemos, entre outros, Jogo da Joaninha, "Centro, Direita e Esquerda", Chiken Cha Cha Cha, "Cinco" e Iglo Top.

Segue algumas imagens de mais estas Vivências !

Jogo da Joaninha !

Jogo Gardens !

Joco "Centro, Direita e Esquerda" !

Jogo Chiken Cha Cha Cha !

Detalhe do Jogo Chiken Cha Cha Cha !

Jogo Chiken Cha Cha Cha !

Jogo "Cinco" !

Jogo "Cinco" !

Jogo "Cinco"

Jogo de Coordenação !

terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Escape - Versão Caseira !

Nossas Versões Caseiras são confeccionadas artesanalmente e para uso pessoal somente, sendo proibida qualquer tipo de venda !

Hoje colocamos algumas imagens de como ficou nossa Versão Caseira do Jogo Escape: The Curse of the Temple !



Tiles de locais do Parque !

Este jogo difere de todos que temos por aqui, já que tem como "temporizador", um fundo musical que lembra aqueles filmes de suspense.

Trata-se de um jogo Cooperativo, já que é preciso recolher todos os Tesouros e ainda se algum personagem ficar dentro do Templo quando a música acabar, todos perdem... É preciso ser rápido e muitas vezes trabalhar em Equipe para que todos os Tesouros sejam recolhidos antes que tudo desabe sobre suas cabeças.


Caixa de nossa Versão Caseira !

Componentes dentro da Caixa de nossa Versão Caseira !

Um jogo cruel, diria, já que é uma corrida contra o Tempo durante todos os 10 minutos que dura a partida, e muitas vezes, por pouco, você não consegue o objetivo proposto.

Para nossa versão Caseira, fizemos um redesenho de tudo, já que utilizamos imagens do Parque Ecológico aqui de Campinas, tendo os jogadores como objetivo, recolher todos os Lixos (Simbolizados por um Cesto de Lixo) que estão espalhados pelo Parque.


Tiles de Lixo e Personagens !

De uma forma geral, o jogo ficou praticamente o mesmo, porém, tivemos que fazer algumas adaptações de textos nas cartas de Bônus e de Perigo que colocamos no jogo.

Escape: The Curse of the Temple é muito indicado para aqueles grupos que querem algo rápido e com tensão elevada.

Recomendamos !


Personagens em Biscuit !

Dados feitos de madeira !

Cartas de Perigo !

Cartas de Bônus !

Objetivo dos jogadores !

Tiles de locais do Parque !

CD com a música (Temporizador do Jogo) !

Aqui temos um Vídeo do Jogo Original feito pelo Igor Knop:



sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Jogo Coloretto !

Caixa original - Rio Grande Games !


Como neste Blog, Coloretto passou bem longe dos Posts, hoje vamos falar um pouquinho dele !


Todas as imagens foram tiradas do Site: BoardGameGeek !

O Jogo é constituido de 8 Naipes coloridos (9 Cartas de cada cor, sendo 1 Naipe "Curinga"!). Possui também 4 Cartas "organizadoras" do Jogo, onde deverão ser colocadas ao lado de cada uma delas as Cartas que entram em Jogo, algumas Cartas com Pontuação extra, Carta com o Resumo dos Pontos e 1 Carta de Fim de Jogo.

Embaralha-se todas as Cartas dos 8 Naipes, criando-se assim o "Monte de compras". Feito isso, reembaralha-se com as últimas 15 Cartas deste "Monte de Compras", a Carta de "Fim de Jogo".

Coloca-se as 4 Cartas "organizadoras" do Jogo (Número de Cartas = Número de Jogadores) no centro da Mesa e cada Jogador pega 1 Carta do Monte de compras, que será sua "Mão inicial"..

Estamos prontos para começar a partida !

Componsntes do Jogo !

Coloretto possui 2 regras bem simples. 

Primeira opção de jogada: 

À sua vez, cada jogador deverá comprar 1 Carta do "Monte de compras" e deverá colocar ao lado de qualquer uma das Cartas "organizadoras".

O número máximo de Cartas que deverá ser colocada ao lado de cada Carta "organizadora" é 3, portanto, uma vez que alguma Carta "organizadora" já possua 3 Cartas, não é mais possível o jogador colocar Carta ao lado desta.

Componentes do Jogo !

Segunda opção de jogada: 

À sua vez, cada jogador poderá escolher 1 Carta "organizadora" e pegar todas as Cartas ao lado desta, inclusive a Carta "organizadora".

Repare que o jogador poderá pegar Carta "organizadora" com 1, 2 ou 3 Cartas existentes ao lado.

Depois que todos os jogadores pegaram suas Cartas, as Cartas "organizadoras" voltarão novamente para o centro da mesa para início de uma nova rodada.

Jogo em andamento !

Mas qual o objetivo do jogo ?

Coloretto brilha por regras simples e com objetivo também simples, porém, com alguns cuidados que os Jogadores deverão ter ao montar seus montes de Cartas coloridas.

Quando o jogador pega uma Carta "organizadora", também deverá pegar 1, 2 ou 3 Cartas coloridas ou mesmo Cartas com Pontos.

Os Jogadores deverão separar as Cartas à sua frente, de acordo com as cores das Cartas e toda vez que pegar mais Cartas, ir acrescentando à cada monte, de acordo com a cor de cada Carta.

Jogo em andamento !

Pontuação final !

No final da partida, depois que a Carta de "Fim de Jogo" sair, termina-se a rodada e todos os Jogadores deverão calcular quantos pontos fizeram na partida, de acordo com as seguintes Regras:

- O Jogador deverá escolher 3 montes (Qualquer cor!) e somar a pontuação de cada um dos montes, conforme informado na Carta com o resumo de Pontos. É claro, deverá escolher os montes que tiverem mais Cartas. Este será os Pontos positivos do Jogador.

- O Jogador deverá então somar a pontuação de todos os restantes dos montes. Esta soma será os Pontos negativos do Jogador.

- O Jogador então deverá ver qual é a sua Contagem final = Pontos positivos - Pontos negativos !

- Caso o Jogador possua alguma Carta com Pontos, esta Carta poderá ser deixada ao lado e no final da partida ela entra na Contagem final dos Pontos do Jogador.

Jogo em andamento !

Nossa opinião !

Gostamos de jogos simples e bem elaborados !

Coloretto motrou ser um Jogo bem estruturado, com mecânica simples e com resultado que agrada todos os tipos de Jogadores.

Existe um fator "Sorte" envolvido, mas consideramos muito baixo, já que o Jogo te dá sempre escolhas do que fazer: Onde colocar a Carta ou quando pegas as Cartas, por exemplo.

Como cada jogador fica com seus montes de Cartas visíveis aos demais Jogadores, é possível você interferir no Jogo dos adversários.

No Brasil, o Jogo foi lançado pela Grow, porém existe uma certa dificuldade em achá-lo pra comprar. O preço também ajuda, já que não é um Jogo caro e pode ser jogado com todas as idades !

Caixa original: Grow !

Jogo que recomendamos muito !

Jogo em andamento !

Aqui temos um Vídeo de uma partida completa feita pelo Igor Knop: